O DESABAFO DO GAROTO

Sasha é um Leo Messi? Óbvio que não!
Mas esta longe de ser o cristo da vez. Eduardo Sasha é um atleta que se sacrifica pelo grupo. Ao cumprir a função tática de recompor o meio campo quando o time perde a bola, e ninguém a faz tão bem quanto ele, o jogador perde a sua característica de atacante. O torcedor se acostumou a ver o guri atacando da extrema para o centro de forma aguda mas ele não faz mais essa função. A frente você tem Pottker nesta e Damião como referencia, tanto que quando o Inter abre mão de marcar no meio para ser mais agressivo, sai Sasha e entra Nico.
Com o Zago, Eduardo não teve a chance que teve e abraçou com o Guto, esse por sua vez, trabalhou muito com o atleta na base, o conhece mais que ninguém. Com a chegada do treinador e essa mudança no esquema, o Inter arrancou para o acesso. Sasha não foi artilheiro como todos queriam, mas muitos dos gols que o Inter nem chegou a correr o risco de levar, foi desarme ou cobertura do garoto.
O torcedor é passional, escuta muito radinho na hora do lance, chega até o nível de cabeça de amendoim e a gente entende. Entende a pressão que esse mesmo torcedor se deixa levar por um cronista que assim escreve, no aconchego do seu lar depois de ver e rever os lances da partida sorvendo um bom “café”!
O que a gente não entende, é agressão fortuita a uma cria da casa, patrimônio do clube. Desafeto esse pelo simples fato de ser disciplinado taticamente. Esse torcedor que quer um espetáculo a cada jogo não entende a gangorra do futebol e por isso não percebe quando esta para, ali no alto, que quase tocando as nuvens nos da o acesso para novos voos!
Que venha 2018, e tenhamos a competência ninja de Eduardo Sasha, filho do Sport Club Internacional!
#VemSerUmPuroSangue!
STJD, voltamos!!!!

Siga⇓
YouTubeBlogFaceTwitter Instagram!

Anúncios

 Fonte: Site do SCI, 14/01/2017.

De virada, Sub-17 vence Gre-Nal na estreia da Copa Santiago

Em um duelo emocionante, o Sub-17 bateu o Grêmio de virada por 2 a 1 na noite deste sábado, em jogo válido pela primeira rodada da fase de grupos da 29ª Copa Santiago. Lucas Araújo abriu o placar para o Grêmio, enquanto Juliano e Volnei viraram para o Colorado na partida disputada no Estádio Alceu Carvalho. Com o resultado, o Celeiro de Ases divide a liderança da chave com o Figueirense. Na segunda-feira (16/01), às 21h, o Inter volta a campo para enfrentar a Ponte Preta pela segunda rodada.

O time treinado por Fabio Matias foi a campo com a seguinte escalação: Leonardo Renner, Leandro Cordova, Bruno Fuchs e Gabriel Pedroso (Da Silva); Leonardo Bicca (Volnei), Juliano (Cássio), William, Brenner e Leocovick; Richard e Jonathan (Alex).

O jogo:

A primeira etapa foi de muito equilibrio e chances de gol para ambos os lado. O Inter se utilizava de uma marcação alta e tentava pressionar a saída de jogo do Grêmio. Aos 5 minutos, Richard cobrou falta e a bola passou perigosamente ao lado do gol. Mas apesar do bom início e da superioridade colorada, foi o Grêmio quem saiu na frente. Aos 15, Lucas Araújo cobrou falta frontal com muita força e marcou o primeiro.

O Sub-17 não se abalou com o revés e foi em busca do empate. Aos 21, Richard fez bom passe para Brenner, que finalizou e o goleiro Breno fez grande defesa. O Grêmio respondeu aos 25, quando Rafinha chutou de dentro da área e Leonardo Renner espalmou. Aos 32, Brenner cobrou falta e mandou sobre a meta. Aos 35, o rival chegou de novo com Da Silva, que entrou livre e chutou com perigo à esquerda de gol. No último minuto do primeiro tempo, o Inter quase empatou. Jonathan avançou pela direita, arrematou e Breno espalmou. No rebote, Richard chutou para fora.

A equipe colorada voltou melhor na segunda etapa. Logo aos 40 segundos, Jonathan bateu de longa distância e Breno fez boa defesa. Aos 7 minutos, o goleiro Breno cometeu falta fora da área em Jonathan e levou cartão vermelho. Com um jogador a mais o Inter se lançou ao ataque. Aos 10, Juliano cruzou e Brenner cabeceou pela linha de fundo. A insistência deu resultado aos 15. Juliano arrematou de fora da área e acertou o canto do goleiro, igualando o placar.

O Colorado se animou com o gol de empate e foi em busca da virada. O Grêmio, por sua vez, se defendia e tentava sair nos contra-ataques para assustar. Aos 16, Jonathan arriscou da entrada da área e Leandro espalmou. Aos 32, Da Silva fez grande jogada individual, invadiu a área, chutou e Leandro salvou o Grêmio. Até que aos 35, Volnei cobrou falta com perfeição e virou o duelo para Internacional. Nos minutos finais, o Celeiro de Ases apenas administrou o resultado e saiu com a vitória.

Siga o blog PURO SANGUE VERMELHO