TEM DATA, 23 DE ABRIL!

Julgamento sobre caso Vitor Ramos foi marcado para 23 de abril e é tido como boa notícia pelo jurídico do Inter que tenta antecipar o julgamento atuando em parceria com dois advogados suíços, contratados pelo clube.
A outra informação, ou outro “recado” enviado para CBF, após desmitificação dos mundiais anteriores a 2000 e intimação dos procuradores do STJD, o TAS não aceitou o pedido de bifurcação da CBF alegando que o órgão Suíço não tem competência para julgar o caso!
O que tem tomado no café da manhã o pessoal do jurídico da CBD? Essa que tem um histórico de relação recente bem perturbado com a entidade maior do futebol mundial, basta digitar no google: FIFA processa CBF…
O torcedor Colorado, que sem notícia nenhuma por parte da mídia esportiva nacional, principalmente os canais abertos, vive uma angustia querendo  saber se será julgado antes ou não do início das competições  nacionais, bagunçadas e quase sem valor esportivo se não pelas vagas na libertadores que agora são “milhares”, diga-se de passagem, saiba que o TAS já se pronunciou que dará um parecer antes do inicio da série B que começa em 12 de maio.
O Boato
É forte em redes sociais que a CBF se antecipará, prevendo ser punida e tentando evitar o pior, opinião desse blog, e marcará o brasileiro com 22 times, com o Inter e “subindo” o Vitória, nessa ordem! O que nos desperta uma curiosidade, porque a CBF está temendo tanto a federação Baiana de futebol? Essa que já ameaçou no final de 2016 “travar” o campeonato em alto e bom tom, em caso de descenso do time do Vitória, o infrator. Trata-se de boato, mas os sintomas apresentados tanto na Suíça como por parte da CBF estremecem a torre de babel no Rio de janeiro. Parece que a entidade não tem mais toda aquela convicção de estar totalmente certa. Os sinais ficam cada vez mais claros:
Primeiro a CBF tentou intimidar o clube hexa campeão gaúcho entrando com processo de falsidade de documentos, agora tenta desacreditar o TRIBUNAL SUPERIOR DE ESPORTES e por fim “o boato”, e onde há fumaça, tem uma batata assando.
É claro que o sabemos que a CBF não entregaria os pontos assim tão “facilmente” se é que da pra chamar esse calvário que o Colorado vem sofrendo desde 2009, pós dossiê gamba. Caso Inter derrube  esse desmando no futebol brasileiro, começamos a caminhar em direção do velho e bom futebol disputado em campo há muito não visto. Parafraseando Neil Armstrong –  Esse será um pequeno passe do jurídico esportivo Colorado mas um gol gigantesco para moralidade do futebol brasileiro.

Siga Blog PURO SANGUE VERMELHO

Anúncios

O GATO COMEU?

Literalmente em uma semana de fatos absurdos no futebol, fatos que em um futebol sério, em um país com uma mídia “esportiva” séria, teriam no mínimo gerado perguntas nos veículos de comunicação do segmento: Porque alguns clubes quando não são punidos, essas são brandas para os mesmos? As punições por fatos iguais não são as mesmas dependendo da cor da camisa?
Esses fatos vão de quebra de regras, estranhos na casamata de clubes, sorteios duvidosos de final de competição a até o absurdo da dúvida de entrega de partida! Por motivos menores temos clubes denunciados pelos órgãos competentes que existem para manter a integridade moral do esporte. Em caráter comparativo, essas denuncias e punições se diferem aponto de atleta por lance de jogo, sem ao menos ser punido com cartão em campo, pegar X jogos de punição, já casos de agressão, de policia, pegam X menos de jogos de punição! Vamos além, tivemos atleta punido por apanhar em campo, quando falamos apanhar não nos referimos em jogadas ríspidas de futebol, estamos falando de agressão física! Onibus de clube apedrejados e nem comentado na mídia quem dirá denuncia no STJD, já se tres ou quatro torcedores com camisa de certos clubes discutem pelo cigarro em outros estádios, viram capa de jornal, assim como briga de trânsito de ex-jogador de clube, absurdos!
Fica uma desilusão gigantesca e dúvida maior ainda sobre o futuro do futebol nesse país, onde os absurdos se apoiam em torcidas que não são omissas, pois quando o “erros” beneficia seu clube esta tudo certo. Absurdos abafados pela mídia, essa que deveria ser a principal sentinela moral desse esporte que é paixão nacional. Além da desilusão, fica a sensação de estarmos sendo a cada passo, manipulados! Perguntamos novamente, nesses casos onde estão os tais órgãos “competentes”, os que denunciam, investigam, colocam a prova e noticiam, o gato comeu?!

Sigam o blog: PURO SANGUE VERMELHO

AMARGO EMPATE

O Inter foi a campo com 40 mil colorados no Beira-Rio certo de uma vitória mas ninguém esperava que a bola voltasse de novo a teimar em entrar. Diferente do que estamos escutando ou lendo por aí, Inter não fez uma péssima partida, teve altos e baixos. O Inter sentiu os dois gols do jogo, o marcado e o sofrido. Depois de chegar ao seu gol, logo aos 6 minutos de jogo, o time relaxou, entrou em estado de férias, ficou soberbo, tentando jogadas de efeito. Quando sofreu o gol se inverteu o sentimento, o anímico foi lá embaixo, começou a viver todo terror de nova derrota já com o empate. Segurou o ímpeto de um Santa Cruz focado em não “vender” o jogo, mais um ponto para mídia que sempre apronta antes dos jogos do Inter. Aliás estamos esperando o processo anunciado pela diretoria e que seja tão badalado pela mídia esportiva gaúcha como foi a “mentira”. Que seja severo para que os papagaios de microfone temam novas investidas. Voltando ao jogo, após o intervalo o Inter entrou na partida novamente, criou chances, sufocou, mas como no jogo contra o Galo, a bola foi teimosa e não entrou. Ontem não foi o dia, mas como já percebemos, o dia chega. Que seja contra o Galo e palmeiras, esse último que perdeu para um derrotado pelo Inter, então porque não? Detalhe esse omitido a sete chaves pelos que “fazem” noticia esportiva na aldeia. O gosto que ficou foi amargo, mas ao rever o jogo, esse não foi de todo ruim, ainda estamos fora do Z4, basta se manter assim. Acompanhe uns comentários dos jogadores Colorados.

– Nos dá mais confiança ainda. Com um a menos, pressionar o tempo todo o Santa Cruz não é fácil. Merecíamos ter vencido. Vamos levantar a cabeça e sair dessa, com certeza. Campeonato é complicado. O Santa Cruz soube se defender muito bem. Perdemos um jogador, mas mesmo assim ficamos o segundo tempo inteiro no campo deles – Disse Danilo, goleiro Colorado.

– Realmente foi uma má jornada. O Santa Cruz é uma equipe que sempre impôs dificuldades aos seus adversários.  O Internacional terminou o primeiro tempo não jogando bem, aí sofremos uma expulsão. Foi uma má jornada, a torcida que criticou ao final tem razão. Eu quero fazer uma análise mais ampla, quando nós perdemos para o Vitória aqui, se nós tivéssemos empatados a situação não seria essa. Então hoje eu quero fazer uma leitura pelo lado ainda assim positiva. Acabamos com 10 jogadores conquistando um ponto. A nossa sequência boa foi interrompida por uma atuação ruim hoje, decorrente de uma expulsão”, disse Carvalho.


Sigam o blog: PURO SANGUE VERMELHO

FALTA PONTARIA

– Precisamos ter criação. Com a qualidade que tivemos, é preciso melhorar a finalização. Tivemos chances, mas não com tanta qualidade. Com uma mais aprimorada, o resultado seria outro. Dentro do jogo, uma escolha, um drible no momento certo, um passe. Precisamos disso para no momento certo fazer o gol. A qualidade do Santa Cruz, independente da situação, temos que reconhecer. A equipe se encaixou. Tivemos posse, chances. Com esse futebol, poderemos ganhar, mas não será fácil. Precisamos ir dali para melhor – disse o zagueiro colorado.

Siga o blog: PURO SANGUE VERMELHO